Fernradweg Alcobaça Leiria

Höhenprofil (41 m bis 596 m)

Höhendifferenz

555 m

Gesamtanstieg

957 m

Gesamtabstieg

957 m

GPSies-Index 8,18 ClimbByBike-Index 58,21 Fiets-Index 0,62


Über diese Strecke

Qualität der Strecke
Länge
49,80 km
Geo-Koordinaten
1871
Wegepunkte
25
Angezeigt
556 mal
Herunter geladen
139 mal

Bewertungen

Landschaft
(1)
Anspruch / Kondition
(1)
Technik
(1)
Spaßfaktor
(1)
Strecken-Beschreibung
(1)
Rundkurs

49,80 km

Aktivität, geeignet für

Download als
Entfernung mit Geländesteigung
Strecke melden
Keine Reduzierung, alle Punkte werden ausgeliefert (Anzahl der Punkte: 1871)
  • oder

 

Strecke glätten
Beschreibung der Strecke

Passava 1/4 de hora das 9h, na  Chiqueda de Baixo , no estacionamento em frente ao  Parque dos Monges , saíam 13 pedalantes, imunes à tradição nefasta do número e à grandiosidade da serra que se observava no horizonte e que se sabia termos de ser subir até (quase) à sua cota mais elevada .
O nosso local de saída acusava 41 metros de altitude, o que implicava começar logo a trepar e foi isso que começámos a fazer pela  Azervada  para chegarmos ao  Carrascal . Os trilhos aqui, embora com intermitências, já nos davam uma ideia do que seria a parte final do percurso, single tracks “atapetados” de pedra e laje.

Depois deste pequeno acepipe, a fazer adivinhar uma sobremesa gostosa, havia que degustar ainda o prato principal e esse estava lá em cima. 
Imbuídos do lema;  "no pain, no gain,"  continuámos pois a subir, primeiro por alcatrão a seguir a  Termo de Évora  e até  Portela do Pereiro  onde entrámos em estradão junto à antiga pedreira. Continuava a ascensão e assim lá fomos pedalando pela  Charneca da Portela do Pereiro , descendo depois rápido em estradão composto por pedra até ao  Cabeço Gordo  e fazendo uma paragem maior junto ao  arco da memória .
Este arco de volta perfeita e sem decorações, com 4 metros de altura, 3,62 metros de largura e 103 centímetros de espessura, contém apenas duas inscrições originais (além daquelas feitas por uns quantos energúmenos, que gravam neste monumento a memória da sua própria imbecilidade) . 
Mas diz a História que uma das originais inscrições, já quase impercetível, nos dá conta da criação do monumento e a outra refere a criação do arco pelos monges de Alcobaça. Aqui se diz, também, que o arco demarcava os coutos doados por D. Afonso Henriques na sequência da vitória sobre Santarém, em 1147 e mantém-se até aos nossos dias para testemunhar as divisões administrativas de outrora.

Depois de algumas fotos da praxe tiradas no local, seguimos em plano contornando o  Cabeço Gordo  mas por pouco tempo pois de aí a nada era tempo de abandonar o estradão e enveredar, mais uma vez, por uma estrada composta por abundante pedra e foi por este tipo de terreno que chegámos ao alto de  Azelha, .
Já na Serra da Figueira, escapámos do seu ponto mais elevado, onde estão as antenas e os radares da Marinha e Proteção Civil e enveredámos por um  single track  quase indefenido e composto por muita pedra e alguma laje e rodeado pela vegetação natural de carrasco e matos rasteiros.
Foi, na ótica de alguns um trilho desnecessário e moedor e té feito com a bicicleta a servir de muleta.
Foi, para outros, onde eu me incluo, um trilho dos melhores que ali encontro e a merecer o batismo de  "trilho do Covão Castanho" .

Saímos do trilho e descemos até ao  Algar do Vale  e descemos rápido um estradão onde já alguns esperavam pelos mais “fotográficos” elementos e onde, pela primeira vez, sugeri que o grupo de dividisse entre os que preferem andamentos mais rápidos- ou não tão lentos-ou que tem compromissos que os faz ter uma hora de chegada, e aqueles p´ra quem o relógio é o sol e cada recanto paisagístico merece ser cartografado na forma de foto.

Saídos de aqui por um estradão em brita onde se atingiu velocidades elevadas para depois infletir e de novo entrar em ligeira ascensão até aos  Penedos Negros  e já na  Serra da Pevide  entramos no  Cabeço Grande  e nos seus moinhos.
Foi aqui que o grupo acabou por se dividir e o grupo "fotográfico-turista" lá prossegui pela descida até aos  moinhos da Pevide  e do miradouro da  Corredoura. 

A partir de aqui, começámos a abandonar a Serra e descemos até  Pé da Serra , depois  Vale Travelho  e  Feteira  , sempre rolando invariavelmente por estradões sombreados por pinhal e eucaliptal e sempre acompanhados pela majestática serra.

Cruzámos a Nacional 1 em direcção a  Casais de Cima  e dirigimo-nos aos  single tracks  da  Ataíja de Cim a e  Ataíja de Baixo , pedalando por entre apertados trilhos passando de raspão pelas localidades de  Vale Vazão  e  Cadoiço .

A "diversão garantida". começou a partir de aqui, depois de, já perto da povoação de Carvalhal, e junto ao campo de futebol, termos entrado num trilho por entre um vale cavado dominado por vegetação luxuriante e acompanhados pela – nesta época sem água-  Ribeira do Mogo  que fomos serpenteando, em alucinada velocidade, durante os uns extasiantes 5 quilómetros. 
Tal era o prazer em desfrutar este magnífico trilho que nem demos pelo  Poço do Suão , preciosa reserva de água que abastece o município de Alcobaça.

E acabámos assim em ritmo elevadíssimo e com um sorriso de satisfação enorme e difícil de apagar enquanto nos lembrarmos – em particular- deste último single da Chiqueda.

Foram 51 km com quase 950 metros de acumulado de subidas que perfizemos num ritmo ciclo-turístico de 6 horas.

Mehr Eigenschaften
eben  hügelig  bergig  fest  weich  glatt  steinig  Querfeldein  Pfad / Fußweg  Singletrail  Fahrweg / Wirtschaftsweg  Schotterweg / Sandweg 

Es sind noch keine Kommentare vorhanden.

Melde dich an, um einen neuen Kommentar zu schreiben

Koordinaten des Startpunktes

N 39°32.443' W 8°57.230'
N 39°32'26.606" W 8°57'13.809"
N +39.5407239 E -8.95383596

Koordinaten des Endpunktes

N 39°32.455' W 8°57.235'
N 39°32'27.305" W 8°57'14.157"
N +39.5409183 E -8.95393252

Weitere Infos unter: Link zu uns

Falls du von deiner Webseite auf diese Strecke verlinken oder als iFrame einbetten möchtest, dann kopiere einfach folgenden Codeschnippsel und binde ihn an einer beliebigen Stelle in deinem Quellcode ein:

kopieren
kopieren
kopieren
kopieren
  • QR Code - Track To Go
    QR Code
  • QR-Codes sind zweidimensionale Barcodes, die jedes Gerät interpretieren kann, auf dem eine QR-Code-Software installiert ist. Lade dir die URL dieser Strecke einfach auf dein Smartphone herunter (erfordert QR Code Software auf deinem Smartphone).